dez 01 2013

Artigos: Viticultura brasileira

QUO VADIS: Viticultura brasileira? Globalização e o legado de Santos Neto. O Professor PH.D. Francisco Watlington, catedrático do Departamento de Geografia da Universidad de Puerto Rico, em Rio Piedras, discute neste seu artigo, apresentado originalmente no VIII Simpósio Internacional de Frutas de Zona Temperada nos Trópicos e Subtrópicos, realizado no período de 21 a 25 de outubro de 2007, em Florianópolis-SC/Brasil, as contribuições de José R. Santos Neto, agrocientista brasileiro, pioneiro de um modelo agroecológico promissor “para a viticultura tropical no Brasil. O desenvolvimento ‘in situ’ (on site) de cultivares híbridos entre seleções da clássica espécie doméstica vitis vinifera com espécies tropicais e subtropicais de Vitis nativas da faixa de latitude do hemisfério norte, congruente com o seu homólogo do hemisfério sul, à vasta zona do planalto que abrange o Brasil Central.” (Texto extraído do resumo). O artigo é uma bela produção, relacionada à viticultura brasileira, fazendo uma revisão conceitual bastante interessante, com o levantamento de hipóteses para pesquisas relacionadas ao melhoramento genético de uvas, em plantações localizadas em regiões de clima tropical. Clique aqui e baixe este artigo.

Rating: 5.0. From 1 vote.
Please wait...

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.