maio 28 2017

Fragmentos – IV

Na pesquisa em ciências socais, freqüentemente são utilizados resultados e dados expressos em números. Porém, se interpretados e contextualizados à luz da dinâmica social mais ampla, a análise torna-se qualitativa. Isto é, na medida em que inserimos os dados na dinâmica da evolução do fenômeno e este dentro de um todo maior compreensivo, é preciso articular as dimensões qualitativas e quantitativas em uma inter-relação dinâmica, como categorias utilizadas pelo sujeito na explicação e compreensão do objeto.” (Silvio Sánchez Gamboa. Quantidade-Qualidade: para além de um dualismo técnico e de uma dicotomia epistemológica. In: SANTOS FILHO, José camilo dos; GAMBOA, Silvio Sánchez (org.). Pesquisa Educacional: quantidade-qualidade. 2. ed. São Paulo, Cortez, 1997. – Questões da nossa época; v. 42. P. 106).

Publicações relacionadas

Rating: 5.0. From 1 vote.
Please wait...

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.